O SOCIALISMO NÃO É A MELHOR SOLUÇÃO





Hoje a postagem será diferente, irei abordar uma situação mais específica assim como fiz com Judas e o sentimento de culpa. Com toda a crise que envolve a Europa resolvi escrever sobre o socialismo e seus propósitos.

Muito se tem falado que o capitalismo é um sistema que tende a entrar em processo de falência, se é que já não entrou haja vista a crise européia e que é um sistema extremamente opressor e violento socialmente falando.

E qual a melhor saída para fugir a esse estereótipo que corrompe a sociedade de uma forma geral? O socialismo? Não, creio o socialismo não representa o ideal tão utópico pensado e repensado pelos intelectuais.

O socialismo também é um sistema repress
or e autoritário e os que dizem que ele não o é estão inebriados por uma sensação fantasiada, pois não sentiram o que esse sistema é capaz de fazer.

Acredito até que os reacionários de esquerda são mais violentos do que os de direita e isso não os torna mais benevolentes. Basta analisar os governos que adotaram o socialismo como base governamental.

Depois da revolução russa de 1917, veio a revolução comunista da China em 1948 que matou cerca de 75 milhões de pessoas! Some-se a isso os 35 milhões de assassinatos da Russia de Stalin e estamos falando de mais de 100 milhões de cadáveres! É essa a herança socialista! Isso é mais gente morta que nas duas guerras mundiais.

Os países que adotam o socialismo como sistema sempre, eu disse sempre, terão como pilar a figura de um ditador, foi assim em Cuba, antiga União Soviética, China e Uganda com Idi Amim no poder, sim muitos dizem que ele não se enquadrava como comunista mas acredito que essa foi sua principal bandeira para se chegar ao poder.

Primeiro vou falar da União Soviética. O nome União das Repúblicas Socialistas Soviéticas, URSS, nasceu no décimo Congresso Panrusso dos sovietes revolucionários em 1922.

Foi confirmado em 1923 na Segunda Constituição Comunista e adotado formalmente em 1924 sob o regime de Josef Stálin (1879-1953), unindo diferentes regiões do antigo império russo, em 1991 a URSS era o país mais extenso do mundo, tendo cerca de um sexto da população mundial.

Quando Stálin assumiu o poder ficou claro que um regime ditatorial seria instalado, como disse, em todo sistema socialista há um ditador para o controle do povo. E era um regime severo para manutenção política. Ele chegava até mesmo a apagar registros históricos como, por exemplo, retirava das fotografias figuras que não lhe interessavam. Enviava ao frio de vários graus abaixo de zero na Sibéria seus desafetos.

Cuba com Fidel Castro não deixava por menos, ele que indiretamente está ainda hoje no poder, porque sabe que se sair sofrerá repressão e pagará com sua vida. Quantas pessoas não foram assassinadas no paredão do Fidel? Raul Castro mantem a soberba de seu poderio arcaico.

Uganda é um caso curioso. Para encurtar a história Idi Amin provou ser um tirano stalinista e lançou vários programas genocidas fazendo limpeza étnica. Depois de implementar leis de controle da posse de armas de fogo, Amin comandou a matança de 300 mil da minoria étnica Lango e Acholi e mandou matar religiosos, banindo 26 organizações cristãs que obravam em Uganda.

Amin se voltou contra os países capitalistas e democráticos com quem se relacionava - Inglaterra e Israel (que até havia realizado projetos humanitários em Uganda) - e se aliou com os ídolos dos esquerdistas raivosos - Muammar Kaddafi da líbia e os terroristas palestinos. Amin expulsou os diplomatas de Israel e deu sua embaixada para a OLP do Yasser Arafat. Em 1973, o ditador rompeu relações com os EUA e anunciou sua pretensão de ser presidente vitalício tal qual Fidel Castro.

Resumindo: Idi Amin foi o queridinho dos esquerdistas do Terceiro Mundo e sua ganância pelo poder resultou em tudo isso que relatei.

Aqui no Brasil todos conclamam Chico Buarque e suas letras de cunho ideológico, mas quando na década de 1980 ele era a favor do Partido dos Trabalhadores (PT) residia em uma casa suntuosa, rico, muito bem de vida; foi extremamente criticado pela sua posição econômica, como alguém é a favor de um partido de esquerda e adota costumes puramente capitalistas? Há uma contradição não acha?

Mesmo se o socialismo fosse adotado hoje pela grande maioria de países todos ficariam insatisfeitos, sabe por quê? Porque o ser humano tem em seu âmago espiritual uma força que tende a sobrepor seus desejos mais íntimos.

Vou ser mais específico. Quero dizer que se tudo fosse repartido de forma igualitária, mesmo assim existiriam pessoas que se sentiriam atraídas pela “grama do vizinho”. Se o outro detém uma quantia X eu vou querer 2X, porque tendemos a querer mais que o outro, é um instinto primitivo e o controle sobre o povo seria muito maior como ocorre nos países que o adotam.

Se Émile Durkheim estivesse vivo ele com certeza estaria com sua Hilux, com um baita apartamento de frente pro mar e com ações na bolsa de valores. Sabe por que eu digo isso? Porque o comunismo é como o proibicionismo: a ideia é boa, mas nunca funcionará.

2 comentários:

  1. Postagem muito interessante, Randerson!

    A minha humilde opinião insurge-se acerca de dois pontos:

    1º. O problema maior não está no socialismo, mas sim nos seres humanos. Os líderes socialistas/comunistas corromperam-se pelo poder;

    2º. Ainda não arquitetaram um sistema sócio-econômico que se adeque perfeitamente aos animais racionais. O trunfo do capitalismo foi que ele se amoldou devido aos acontecimentos ao longo da história.

    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
  2. Exatamente Thiago, concordo com você. Foi isso que quis exemplificar com o exemplo da grama do vizinho, pois como você mencionou as pessoas se corrompem pelo poder, e isso complica ainda mais a situação.

    Rapaz pois obrigado pelo excelente comentário lançado, sugestões e principalmente as críticas são bem-vindas pois só faz com que meu trabalho cresça cada vez mais.

    Abraço fraterno.

    ResponderExcluir

Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por mim (Randerson Figueiredo) antes de serem publicados. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e situações;

OBS: Se você caro leitor quiser material deste blog para pesquisa ou outra finalidade basta entrar em contato comigo preenchendo o formulário que fica na parte superior no canto direito desta página com o nome FORMULÁRIO DE CONTATO, que o mais rápido possível entrarei em contato com você.