10 CURIOSIDADES NATALINAS





Como este blog trata de curiosidades, vamos a algumas a respeito do natal, enumerei 10 curiosidades:

1ª: Quem inventou a árvore de natal?

O inventor da árvore de natal foi São Bonifácio, o apóstolo dos germanos ou o evangelizador da Alemanha. Ele nasceu na Inglaterra em 672 e faleceu martirizado em 5 de junho de 754.

Seu nome religioso, em latim, Bonifacius, quer dizer “aquele que faz o bem”, e retoma o mesmo significado do seu nome saxão Wynfrith. Em 718 ele esteve em Roma e o Papa Gregório II enviou-o a Alemanha, com a missão de reorganizar a Igreja.

Por cinco anos ele evangelizou territórios que hoje fazem parte dos estados alemães de Hessen e Turíngia.
Em 722, foi feito bispo dos territórios da Germânia e, um ano depois, inventou a árvore de natal, causando um certo impacto no meio ambiente germânico.

2ª: Para que tanto enfeite na árvore de natal?

A tradição cristã assimilou a árvore de Natal como uma árvore da vida, aquela do jardim do Éden, lá no Paraíso (Gn 2,9).
É costume enfeitá-la com bolas coloridas, como se fossem frutos, e com outros adornos natalinos.
Os enfeites alegorizam virtudes, desejos, vínculos e sonhos das pessoas e da casa onde está a árvore de natal.

Já no tempo de São Bonifácio, as árvores eram enfeitadas com maçãs, evocando a nova frutificação e o antigo pecado original.
Ao contrário do mito do Éden sobre a serpente e a maçã, a árvore de natal passou a evocar vida e salvação, plantada nas casas.
As árvores também eram decoradas com velas, representando Jesus, a luz do mundo. A partir disso o costume se difundiu pela Europa e um dos primeiros registros de enfeites natalinos é do século XVI e vem da Igreja da Alsácia.

As famílias decoravam os pinheiros com papéis coloridos, enfeites, frutas e doces. Espalhada por toda a Europa, a tradição de enfeitar a árvore de Natal chegou ao continente americano por volta de 1800.

3ª: Quem inventou o presépio?

Foi São Francisco de Assis quem armou o primeiro presépio da história, na noite de Natal de 1223, na localidade de Greccio, na Itália.
Ele é o inventor do presépio e quis celebrar o Natal da forma mais realista possível e, com a permissão do papa, montou um presépio de palha, com uma imagem do Menino Jesus, da Virgem Maria e de José, juntamente com um boi e com um jumento vivos.
Nesse cenário foi celebrada a missa de Natal. O costume espalhou-se pela Europa e de lá pelo mundo.

4ª: Qual o simbolismo das cores do Natal?

O verde, o vermelho e o dourado são as cores dominantes no Natal.
O verde é símbolo primaveril de renovação, esperança e regeneração.
O vermelho está ligado ao fogo, à redenção e ao amor divino.
O dourado também é utilizado e está associado ao sol, à luz, à sabedoria e ao Reino Vindouro.
Para a tradição católica há uma relação entre essas três cores e os presentes dos Reis Magos: ouro (dourado), incenso (vermelho) e mirra (verde).

5ª: Onde surgiu a tradição da Coroa do Advento?

A tradição da Coroa do Advento surgiu no norte da Alemanha e na Escandinávia, no século XVI, para preparar os cristãos para a festa de Natal, quatro semanas depois.
Na Suécia, a Coroa do advento é reservada para a Festa de Santa Luzia no dia 13 de dezembro.
Do norte da Europa, o costume ganhou o mundo, como uma nova maneira de atualizar o antigo tema do Natal de Jesus.

6ª: Papai Noel era turco?

Era. O rechonchudo Papai Noel é amado por crianças e adultos com suas barbas e cabelos brancos, óculos redondos e um saco às costas.
O personagem foi inspirado em São Nicolau Taumaturgo, arcebispo de Mira no século IV.
São Nicolau nasceu em 280 em Patara, na atual Turquia, e morreu aos 41 anos. Ele costumava ajudar anonimamente quem estivesse em dificuldades financeiras.
São Nicolau virou também o padroeiro das crianças e dos marinheiros

7ª: Quais os nomes do Papai Noel?

Seu nome original era Nicolau, mas surgiram vários apelidos.
A tradição de oferecer presentes às crianças veio com os marinheiros, eles transmitiram o nome de São Nicolau como puderam.
O nome Nicolau atravessou os séculos até chegar aos Estados Unidos onde recebeu o nome de Santa Claus.

Esse nome vem da evolução do nome de São Nicolau: St. Nicklauss, St. Nick, St. Klauss e Santa Claus.
O nosso Papai Noel vem do francês Père Noel.
Em Portugal, onde fala-se o melhor português e sem sotaque, ele é chamado de Pai Natal.

A palavra Noel é mais poderosa do que muitos imaginam. Ela vem do hebraico imanu’el e significa Deus conosco.
Em português, Emanuel deu origem a Manuel. Por aqui poderia ter evoluído para Papai Mané. Muito mais interessante ficar com a versão francesa.

8ª: Foi a Coca-Cola que mudou as roupas do Papai Noel?

Não. Isso é uma afirmação infundada. O Papai Noel já apareceu com essas roupas na obra de Thomas Nast, na revista Harper’s Weeklys, em 1886, numa edição especial de natal e em publicidades da Colgate, RCA Victor e Michelin, muito antes das campanhas da Coca-Cola.
A primeira grande campanha publicitária da Coca-Cola com o Papai Noel foi em 1930, quase 50 anos depois de Thomas Nast ter desenhado a imagem atual do bom velhinho.

9ª: No Natal você prepara a comida dos 13 mendigos?

Algumas famílias de origem mediterrânea mantêm a tradição dos treze mendigos.
São 13 doces e frutos servidos no final da ceia de Natal e deixados à disposição para consumo sobre uma mesa durante três dias, até o dia 27.
Os 13 mendigos são: nozes, avelãs, amêndoas, pistaches, castanhas, pinhões, tâmaras, figos secos, uvas passas, damascos, marmelos (marmelada), maçãs e peras.
Eles representam Jesus (tâmara) e os 12 apóstolos. Depende da tradição famílias, mas podem ser traze doces.

10ª:Quem disse que eram três Reis Magos?

Sobre os Reis Magos, o Evangelho de Mateus não diz se eram três, nem reis e muito menos seus nomes. O texto relata como eles vieram do Oriente a Belém, guiados por uma estrela para adorar Jesus.

Evoca suas aventuras com Herodes e como encontraram Maria com o Menino Jesus, o adoraram e lhe entregaram como presentes ouro (natureza real, presente dado a reis), incenso ou olíbano (natureza divina, empregado no culto e altares) e mirra (para embalsamar os mortos) – (Mt 2,11).

Segundo a tradição, Gaspar (branco) trouxe o ouro, Melquior (moreno) o incenso e Baltazar  (negro) a mirra.
O número de três magos terá sido influenciado ou deduzido pelos três presentes oferecidos.

Mensagem

Reitero os meus votos de um maravilhoso natal a todos os meus queridos leitores e uma passagem de ano estupenda!!!
Essa é minha última postagem do ano e espero reencontrá-los todos os meses de 2013 com novas postagens e muitas curiosidades.
Fiquem com Deus e tudo de melhor.
Abraço fraterno,
Randerson Figueiredo.

0 comentários:

Os comentários passam por um sistema de moderação, ou seja, eles são lidos por mim (Randerson Figueiredo) antes de serem publicados. Não serão aprovados os comentários:
- não relacionados ao tema do post;
- com pedidos de parceria;
- com propagandas (spam);
- com link para divulgar seu blog;
- com palavrões ou ofensas a pessoas e situações;

OBS: Se você caro leitor quiser material deste blog para pesquisa ou outra finalidade basta entrar em contato comigo preenchendo o formulário que fica na parte superior no canto direito desta página com o nome FORMULÁRIO DE CONTATO, que o mais rápido possível entrarei em contato com você.